Metrô de Londres: minha experiência :)

Quando viajamos para lugares diferentes, acho que o  mais bacana é conhecer os hábitos e rotina dos moradores daquele lugar, como fazem para comer, trabalhar, morar, passear, se relacionar ou se locomover. Claro que os pontos mega turísticos fazem super parte e é indispensável constarem no roteiro de qualquer um, mas não tem nada como entrar em contato com o dia-a-dia das pessoas, vivenciar o que elas vivem. Aí sim você pode dizer que realmente conheceu o lugar!!

Como eu acho isso muito importante, não tive dúvidas no quesito “locomoção” na hora de planejar minha viagem para o Reino Unido nas minhas férias desse ano! A não ser por um pequeno trajeto da viagem toda (depois explico qual e porquê!), nem me passou pela cabeça alugar um carro. Vamos se virar no transporte público! #soudopovo

Ônibus Vermelho Londres

A primeira cidade de destino seria Londres (por falar nisso… já viu o post sobre como montar seu próprio roteiro para a cidade? Não? Então, clica aqui e resolve isso logo!), e até aí é muito fácil pensar em deslocamento estando em uma cidade que tem como um de seus cartões postais um ônibus e possui a maior cobertura de linhas de metrô do mundo (que esse ano estava completando 150 anos, by the way). Não tinha muito o que pensar a respeito disso, né?

Devo dizer que não é a coisa mais fácil do mundo se localizar no metrô de Londres, todo maluco e cheio de linhas pra lá e pra cá, mas nada como se perder algumas vezes para se achar! Para falar a verdade, acho que nem quem mora lá sabe de cabeça todas as linhas e estações; são muitas!! Pra ter uma ideia, nosso hotel ficava a três ou quatro quadras da estação Whitchapel, na District Line (linha verde), e só essa linha tinha 5 sentidos diferentes e, pelo que pude contar em uma longa viagem, cerca de 56 estações. Tá bom ou quer mais? srrsrs

Mapa do Metrô de LondresEssa é uma foto que eu tirei do mapa do metrô… Um tanto quanto confuso, eu diria! hahaha Mas dá para perceber que ele tem uma cobertura enorme e você chega em QUALQUER LUGAR. Todos os pontos turísticos tem uma estação logo na frente! Fora que os nomes delas já são bem intuitivos…. Por exemplo, a estação Westminster fica em frente à Abadia de Westminster… A estaçãoTower Hill fica em frente à Tower of London… A Notting Hill Gate fica no famosos bairro de – adivinha? – Notting Hill. A estação Hyde Park Corner fica – já adivinhou? – em uma das entradas do Hyde Park…. E por aí vai! Facinho!!

Muitas das estações de metrô também são interligadas com os trens nacionais, ou seja, de Londres você consegue pegar um trem para qualquer cidade (e estou considerando também País de Gales e Escócia, viu?) com a maior praticidade…. Mas isso eu continuo em um outro post porque esse aqui já ficou longo demais! 😉

Muito amor pelo metrô de Londres <3 <3 <3

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *