Arraial do Cabo: Dia 3 – Passeio em Búzios

No terceiro dia em Arraial do Cabo, decidi dar uma esticadinha em Búzios, que fica a cerca de 1 hora de carro. Eu já conhecia o centrinho da cidade por ter parado lá de navio duas vezes, mas queria ter mais tempo e ir para outras praias. A ideia era fazer um passeio de escuna para ter uma visão geral e, depois, escolher alguma praia para ficar o resto do dia. Cheguei lá por volta das 10h da manhã e fui para a região da Rua das Pedras, a mais badaladinha e perto do píer. Andando pela rua da praia, logo já encontrei uma loja chamada Buziana que vendia pacotes de escuna. A próxima saída seria em meia hora e o passeio tinha duração de 2h30, o que se encaixava perfeitamente nos planos!

Já no píer, informaram que deveria ir para a pracinha ali perto para dar o nome na lista. Tipo assim, as lojinhas vendem os lugares nas escunas de maneira terceirizada e meio que descontrolada. Se você não colocar o nome nessa lista, corre o risco de não poder embarcar porque está lotado, pois eles dão preferência para quem tem o nome na tal lista. Um tanto quanto estranho, mas deu tudo certo.

Passeio de escuna Buzios

Por ser feriado, a escuna nem estava tããão abarrotada, mas tinha bastante gente. Dei o azar de sentar bem na proa do barco que, justamente por proporcionar uma vista linda do passeio, é onde todo o mundo quer ir. Também tinha um fotógrafo que ficava tirando fotos de todo o mundo o tempo todo para vender depois. E, adivinha qual era o lugar que ele escolhia como background? A proa! Deu para imaginar a movimentação que ficou por ali, né? Além disso, a âncora ficava bem do nosso lado, ou seja, a cada parada tinha que levantar para os marinheiros soltarem e recolherem a âncora. Confesso que não foi uma escolha muito inteligente, deu uma certa “irritância“. hahahaha. Se puder, evite a proa do barco. Sempre!

O roteiro incluía 3 paradas onde podíamos entrar na água, mas sem nadar até a praia. As paisagens são lindas, a cor da água é maravilhosa e as praias são bem “natureza” mesmo. Muito bonito! Foi bacana fazer esse passeio porque proporcionou um panorama legal de  Búzios e tals, mas não é algo que eu faria de novo. Achei muito cheio, muito barulho, música muito alta, muita aglomeração. Além de não poder descer nas praias, que é a parte mais legal desse tipo de rolê. Mas enfim, pode ser uma boa opção dependendo do seu objetivo!

O passeio teminou às 13h30. Olhei o mapa para ver por onde tínhamos passado e definir para qual praia iria na sequencia. Eu havia lido boa referências da praia Azeda, mas acabamos passando por ela no passeio, então descartei essa opção. Do lado oposto ao que estávamos no mapa, achamos a praia da Ferradura, que eu também havia lido excelentes recomendações. Pronto, destino definido! E 10 minutos de carro, cheguei!

Praia da Ferradura - Buzios

Que praia linda! Que paisagem! Que água! Maravilhosooooo! E o melhor: tinha aluguel de prancha de Stand-up Paddle. Uhuuu!! Mas antes de fazer qualquer coisa, estendi a canga na areia e fiquei admirando aquele lugar enquanto comia um lanchinho básico (as always!). Juro, dá pra ficar lá o dia inteiro só olhando… MAS, como já estava de tarde e o Sol logo logo iria embora, tratei de alugar a prancha e sair remando!

A praia tem a forma de ferradura mesmo (por isso o nome, dã!), uma coisa meio em U. Ela é toda fechada e, lá na frente, tem uma abertura para o mar. Esse formato faz com que o mar se pareça uma piscina, lisinho e sem ondas. Perfeito para fazer SUP! Remei até a saída para o mar aberto, onde tem uma ilhota de pedras que só dá pra ver dali. Sentei na prancha no meio do mar e fiquei ali olhando, ora para a praia atrás da gente, ora para o marzão à frente. Gente, vale MUITO a pena fazer isso. É um silêncio, uma paz!

Com certeza, passar a tarde na praia da Ferradura fazendo Stand-up salvou o dia. Foi uma experiência incrível que quero repetir. Mas acho que, mesmo quando a gente se mete em uns passeios meio micados, alguma coisa sempre acaba sendo válida. Sempre tem algo bacana, algo que a gente aprende. Ou, no mínimo, pode gerar boas risadas depois! Tem que ir de mente aberta e desencanado! Assim, tudo fica legal!

No final da tarde, voltei para Arraial e fui jantar em Cabo Frio novamente 🙂 E assim acabou esse dia maravilhoso!!

 

Gastos do dia 3:

Passeio de escuna: R$60

Aluguel das pranchas de Stand-up: R$100

Jantar: R$96

Total Dia 3: R$256

 

*Fotos: arquivo pessoal

UPDATE: Veja os outros posts sobre Arraial do Cabo!

Geral sobre a cidade

Dia 1 – Praia do Forno

Dia 2 – Passeio de barco e Pontal do Atalaia

Dia 4 – As Prainhas

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *