Dicas para planejar uma viagem ao exterior

Vai começar a planejar a sua viagem de férias para o exterior? Veja aqui algumas dicas preciosas que vão te ajudar a organizar seu roteiro sem esquecer os detalhes importantes! 

Planejamento Viagem1

É fundamental pesquisar. E muito. Pesquise antes de escolher o(s) país(es) de destino, mas mais ainda depois de já ter definido. Estude sobre cada uma das cidades que deseja visitar. Aprenda sua História mais básica. Entenda quais são os pontos fortes: o que mais atrai as pessoas para lá? Templos antigos? Natureza selvagem? Construções modernas e futurísticas? Praias paradisíacas? Provavelmente, você vai encontrar mais de uma opção, o que é ótimo e vai te ajudar a selecionar os pontos que deve visitar. 😉

Leia relatos de outras pessoas que já foram. Blogs, fóruns, sites de reserva de hotéis. Veja as opiniões sobre as hospedagens, os passeios, o trajeto, os preços, t-u-d-o. Os depoimentos e dicas de quem já conhece vai te dar uma visão muito mais real do que você vai encontrar pela frente e diminui as chances de surpresas desagradáveis. Planejamento Viagem2

Tenha SEMPRE um mapa ao seu lado. Tire um print do Google Maps ou, se preferir, arrume um mapa físico mesmo (nos guias turísticos, geralmente, tem). Conforme for avançando em suas pesquisas, você vai descobrir vários pontos interessantes e cidades imperdíveis e é importante entender a localização das coisas. Marque todos os lugares pelos quais você se interessou. Todos eles.

Depois de selecionar tudo o que quer conhecer, olhe para o seu mapa e veja se você não desenhou um Frankenstein. Lugares muito distantes uns dos outros acabam fazendo você perder muito tempo se deslocando. Mesmo em um país pequeno, como a Inglaterra, ficar indo e voltando, subindo e descendo, para um lado e para o outro dá trabalho, gasta-se dinheiro e perde-se tempo. Tente organizar suas cidades-destino de modo que fique um trajeto fluido e com trechos curtos. E isso nos leva ao próximo item!Planejamento Viagem3Essa é uma parte essencial: como e quanto tempo leva para ir de um ponto ao outro, seja dentro de uma mesma cidade, país ou continente. Conforme for pesquisando e descobrindo lugares e cidades que gostaria de conhecer, procure saber quais as possibilidades que você vai ter para ir de um lugar para o outro. Se existe metrô, trens nacionais, ônibus, balsas ou qualquer outro tipo de transporte público.

Cheque os horários de funcionamento das estações, principalmente em regiões menores. Verifique se existe algum tipo de passe de trem que te permita rodar por uma determinada área, por exemplo. Precisa reservar algo com antecedência? Se estiver de carro, informe-se sobre estacionamentos, vagas em hotéis, alguma regra específica local. Também calcule o quanto terá que dirigir de um ponto ao outro e as condições das estradas. Na Europa, alguma delas possuem um tipo de pedágio que você só passa se tiver um cartão específico e não tem nenhum funcionário para te atender. Isso é importante saber para tomar suas providências ou evitar o caminho.Planejamento Viagem4Não se esqueça que os horários de check-in e check-out dos hotéis nem sempre se adequam às nossas necessidades. Geralmente, o check-in começa entre meio-dia e 14h, enquanto o check-out vai até meio-dia. E por que isso é importante? Porque de nada adianta você se planejar para madrugar e chegar o mais cedo possível no seu próximo destino se não puder se instalar no hotel. A não ser que não se importe em ficar passeando com as malas no carro…

É um quebra-cabeça, muitas vezes, trabalhoso. Você tem que encaixar o número de dias para ficar na cidade + o tempo de deslocamento até ela + os horários do hotel. Mas algo que ajuda MUITO é perguntar no hotel se você pode deixar suas bagagens na recepção após o check-out e ir buscar depois (isso pode ser cobrado pelo hotel, ou não, mas se for, é uma quantia muito baixa). Tome seu café, faça o check-out e guarde suas malas na recepção. No final do dia, antes de seguir viagem para a próxima cidade, é só passar no hotel e pegar suas coisas. Essa é uma excelente maneira de resolver o problema para quem viaja sem carro, como foi meu caso no Reino Unido ano passado.

__________

Parecem dicas bobas e bastante óbvias, né? Mas quando estamos organizando uma viagem, são TANTAS coisas que temos que providenciar e estamos tão animados que esses detalhes podem passar batido – e causar dor de cabeça na hora do “vamo vê”!

Espero que tenham gostado!

Bjos 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *