Viagem de férias: ir para um só país ou vários diferentes?

Rolou uma oportunidade de tirar 20 ou 30 dias de férias e já estamos de malas prontas para viajar, né? Mas aí pode rolar uma dúvida: é melhor passar esse tempo todo em apenas um país ou aproveitar para conhecer o maior número de países possíveis? Ambos tem a suas vantagens e desvantagens, e é isso que vamos ver nesse post para ajudar você a decidir seu próximo destinos (ou destinos!). Vamos ver?

Viagem de Férias - mapa.jpgUm só país

Recomendo ficar todo o período que você tem para viajar em apenas um país se você é daqueles que gosta de fugir dos lugares comuns feitos para “turista ver” e quer conhecer bem a cultura, os hábitos e dia-a-dia das pessoas. Mas atenção: ficar em apenas um país não que dizer fazer uma viagem mais tranquila. Muito pelo contrário! O grande barato dessa opção é justamente poder rodar por várias cidades diferentes, da capital e grandes centros urbanos até pequenos vilarejos do interior. 

Viagem de Férias - mapa.jpgÉ aquele tipo de viagem que, depois, você pode dizer “eu CONHEÇO tal país”. Porque, convenhamos, passar 3 dias em Roma não quer dizer que você CONHECE a Itália, né? A capital ou a principal cidade não resume um país inteiro. Você tem que rodar. Rodar muito. De ônibus, de trem, de carro, de carona (porque não? rsrs). Não importa, mas ande por tudo. Vá para o litoral, para o interior, para as montanhas, para as grandes cidades. Você pode se surpreender com o que vai encontrar!

Esse estilo também é ideal para aqueles que viajam, ou pretendem viajar, com uma certa frequência (amém! hehe). Se você planeja ter condições de fazer as malas uma vez por ano, ou a cada dois anos, por exemplo, pode se focar em apenas um país por vez. Aos pouquinhos, você vai poder conhecer outros, mas com a certeza de que REALMENTE conheceu mesmo, sabe?

Sem dúvida, ficar “restrito” a apenas um país é mais prático. Você não vai precisar ficar se preocupando em trocar moeda, ir atrás de vistos diferentes, entender outras línguas. Uma vez definido o país de destino e resolvida essas questões mais burocráticas, digamos, pronto!, você não vai ter que se preocupar com mudanças.

 

Vários países de uma vez

Pegar 20 ou 30 dias e rodar a Europa, por exemplo, é uma boa opção se você acha que não vai poder fazer esse tipo de viagem com a frequência com que gostaria. É uma oportunidade única, provavelmente? Aproveite para conhecer o máximo possível! 

Viagem de Férias - bandeiras4

Lembre-se que você vai ter que aprender a ser seletivo e escolher “lugares chave”. Selecione aqueles lugares que você sempre sonhou em conhecer, mas não se feche somente neles. Antes de bater o martelo e comprar as passagens, pesquise as milhares de opções disponíveis. Leia sobre todos os países que puder. Você pode encontrar lugares lindos e que nem imaginava que existiam!

Essa outra dica também vale para quem vai viajar apenas por um único país: leve em conta os deslocamentos antes de definir seus destinos. Você já vai ter que perder algum tempo indo de um lugar para o outro, claro. Mas evite ficar zig-zagueando pra lá e pra cá. Trace uma rota coerente, fazendo os menores trajetos possíveis entre um ponto e outro. Tente escolher uma região do país/continente com várias cidades legais para conhecer e que diminua ao máximo as distâncias a serem percorridas.

Viagem de Férias - TuristaPara quem vai ficar pulando de um país para outro, a opção mais óbvia de transporte parece ser o avião, certo? Mas não necessariamente. Apesar de ser, geralmente, a opção mais rápida, não se esqueça que você precisa se deslocar até o aeroporto (o que, em uma grande cidade, pode levar horas), chegar com antecedência, esperar sua bagagem no aeroporto de destino, passar pela imigração, enfim. Se for colocar na ponta do lápis, você acaba perdendo muitas horas nesse processo todo. Avalie se não há outras opções mais eficientes, como ferries, trens, ônibus ou carro.

E por último, não é porque a regra é conhecer o máximo de lugares possíveis que tem que esculachar, tá? Determine o número de dias que você vai ficar em cada cidade que sejam suficientes para ver TUDO o que tem para ver. Vamos combinar que não tem graça ir à Paris e não visitar o Museu do Louvre porque não deu tempo, né? Portanto, planeje-se! Veja todas as atrações, restaurantes, parques, museus, monumentos, igrejas e etc que são importantes e gostaria de ver e programe-se para não perder nada. Curta o melhor de cada lugar!

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *