5 dias em Santiago: 3º Dia Viña del Mar e Valparaíso – por Camila Meister

O 3º dia da Camila em Santiago foi bastante movimentado também! Para dar tempo de ver um pouco de tudo, ela e sua amiga dividiram o dia entre Viña del mar e Valparaíso, pontos total tem-que-ir para quem está em Santiago!

Para acompanhar as dicas e passeios de todos os dicas, clique nos links a seguir! 

Planejamento da viagem – agência, compra de tickets e companhia aérea

1° dia – Passeio pelo centro histórico, Cerro Santa Lucia, Praça da Constituição, Catedral de Santiago e Praça das Armas, Bairro Republica, Bairro Costanera e Shopping Parque Arauco

2° dia – Valle Nevado

4º dia – Valle Nevado e Estação Farellones

5º dia – Troca da guarda, Museu de Arte Pré-Colombiana, Restaurante Giratório e indicações de compras

E com a palavra, Camilinha!

Viña del Mar

Ir a Santiago e não conhecer Viña del Mar e Valparaíso é quase um crime. Ambas são cidades litorâneas, vizinhas da capital e cada uma com sua particularidade. Para chegar até elas, é possível alugar um carro e fazer o passeio por contra própria ou fechar o passeio com agências locais.

Como tínhamos apenas um dia disponível, decidimos incluir este passeio com a Turistour onde poderíamos conhecer os dois locais em um só dia.

Acordamos cedo novamente e fomos direto para Viña del Mar. A cidade é super aconchegante, com palmeiras bem altas espalhadas pelas ruas. Suas maiores atrações são os diversos castelos e a praia com a água mega gelada pertencente ao Oceano Pacífico.

Viña del Mar - cidade

Viña del Mar - cidade

Viña del Mar - cidade 3

Nossa primeira parada em Viña, foi no Parque Centro, onde está localizado o antigo Museu de Bellas Artes que após o terremoto de 2010 está inativo e um imenso auditório ao ar livre. O lugar é lindo, infelizmente os passeios neste dia são bem rápidos e não pudemos aproveitar tanto.

Viña del Mar - Parque Centro

Viña del Mar - Parque Centro Museu

Viña del Mar - Parque Centro Auditório

Próxima parada foi no Museu Fonck, onde pudemos observar no jardim a estátua de um Moai original, um dos únicos existentes fora da Ilha de Páscoa.

Viña del Mar - estátua de Moai

Almoçamos em um restaurante italiano que o guia indicou. O almoço não está incluso por isso é bom levar uns pesos extras para garantir a alimentação durante o passeio. Após, passeamos de ônibus pela cidade, onde pudemos conhecer o famoso Cassino Municipal de Viña del Mar, o Castelo de Wulff na orla da praia e fizemos uma parada rápida para tirar fotos com o Relógio de Flores.

Viña del Mar - Relógio de Flores

Viña del Mar - castelo de Wulff

Antes de partirmos para conhecer Valparaíso, paramos na praia para apreciar o mar. É engraçado, nasci e morei quase a vida toda em uma cidade do litoral, mas quando descemos em Viña parecia ser a primeira vez. Senti como aquelas tartaruguinhas que acabam de sair do ovo e correm em direção ao mar. Acredito que o fato de estar pela primeira vez diante do pacífico, das lendas e história, me deu uma certa emoçãozinha rs.

Despedimo-nos de Viña, partiu Valparaíso!

Viña del Mar - Valparaíso

Viña del Mar - Valparaíso 2

Viña del Mar - Valparaíso 3

Valparaíso é uma cidadezinha simpática rodeada de morros e para quem já foi ao Caminito em Buenos Aires, encontrará semelhanças em suas casinhas coloridas. Por ser uma cidade portuária, seu lado boêmio e hoteleiro fica de encontro ao cais.

Devido as inclinações dos morros, há regiões onde o acesso dos transportes coletivos não é possível, por isso existe pela cidade 15 funiculares, uma espécie de elevador antigo que faz o transporte nesses pontos.

Viña del Mar - Funicular Valparaíso

Como já podem imaginar, o passeio pela cidade foi um walktour, ainda bem que no nosso caso foram apenas decidas, mas fico imaginando quem precisa subir realmente aquelas ruas estreitas e íngreme todo dia. Haja perna!

Foi bem legal conhecer a cidade andando por ela, pois sua principal atração é justamente a arquitetura das casas e suas cores e dessa forma pudemos encontrar no caminho vários lugares com pinturas desenhas nas paredes, deixando a cidade com um aspecto ainda mais alegre.

Passamos por diversos mirantes e em um deles aproveitamos para conhecer e descer por um dos funiculares existentes na cidade. A experiência é diferente, senti como se tivesse voltado um pouco no tempo e fiquei imaginando se aquilo não iria parar no meio do trajeto com a gente dentro rs. Não há nada de espetacular mas vale o passeio.

Chegamos ao centro, onde havia as construções mais antigas que abriga o correio, a prefeitura e algumas grandes empresas. Logo a frente, encontra-se o porto e em suas proximidades lojas de artesanatos, souvenirs e vinho. Recomendo fazer uma parada por ali pois há bastante objetos diferentes dos encontrados na capital.

Para encerrar o tour fizemos um passeio de barco, pagamos o valor de $6.000 pesos. O bacana dele é poder andar pelas águas do pacífico e ver Viña del Mar e Valparaiso de outra perspectiva. Os sortudos ainda conseguem ver leões marinhos aproveitando o sol nas boias dos navios atracados, não foi o nosso caso.

Este foi o único dia que chegamos cedo do passeio e nada mais justo, do que curtir um pouco da noite chilena em um dos seus bairros boêmios. Fomos ao Pátio Bellavista, onde há vários restaurantes e bares, tanto dentro dele quanto pelos arredores. Depois de jantar e dar uma volta pelas lojinhas, paramos em uma Starbucks para tomar um chocolate quente, pois o tempo lá fora estava congelante.

Viña del Mar - Pátio Bellavista

Além de aquecer do frio, a parada na Starbucks foi estratégica, pois foi um dos únicos lugares que encontramos um wifi decente para nos atualizar do que acontecia no mundo. Infelizmente o Chile não é um país onde o wifi está em cada esquina, senti muita falta disso porém também foi bom para me desintoxicar um pouco.

__________________

Sem dúvida, Viña del Mar e Valparaíso são umas das principais cidades a se visitar no Chile. aproveite as dicas e Camila e boa viagem!

One thought on “5 dias em Santiago: 3º Dia Viña del Mar e Valparaíso – por Camila Meister

  1. Eliane

    Olla, comos vcs estavam em uma cidade litoranea mas estava frio, o que vcs usaram de roupas, ou levaram já que ficaram até a noite por lá?
    Pretendo ir em agosto com meu filho de 15 anos e ficar 5 dias como vcs, e vou seguir seu roteiro kkk se nao se importar.

    Reply

Leave a Reply to Eliane Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *