“Por que Alemanha?” e a cidade com nome difícil: Schwäbisch Gmünd

E aí, gente! Como foi de Carnaval? Muita festa, folia e ressaca? Ou você foi como eu, que dormiu muito, comeu muito e, depois, dormiu ainda mais? Delícia!!! 🙂

Mas, como tem que ser, o Carnaval acaba, o ano começa pra valer e a gente volta aos trabalhos. E que trabalhos!! Acho que nunca trabalhei tanto na minha vida #NãoéExagero! Mas é por uma boa causa… Causa essa que vai encher a gente de conteúdo bacana e super original! Mas é surpresa!! Conto no devido momento… #suspenses #dramas #segredo  

Mas deixa de conversa mole e vamos atualizar esse blog aqui com mais um textinho da querida Chris Rogatto, amiga super especial que escreve uma sessão semanal pra gente contando sobre as belezas e curiosidades da Alemanha, onde ela vive hoje com parte da família.

E o post de hoje é sobre um lugar com um nome absolutamente impronunciável. Bem-vindos a Schwäbisch Gmünd!

*Se você estava bêbado nesse Carnaval e não sabe do que eu tô falando, leia esse post AQUI. E se você tem curiosidade de saber como é o Carnaval na Alemanha, clica AQUI então! Ah, e pra ler sobre um lugar chamado Allgäu, clica AQUI!

Por que Alemanha? - Schwäbisch Gmünd

 

“Schwäbisch Gmünd, em Baden-Würtemberg, possui 60.892 habitantes. Qualquer pessoa que passeie pela cidade vai se defrontar com um rastro de evidências históricas que a surpreenderá com os tesouros arquitetônicos da cidade mais antiga da dinastia dos Staufer: Uma cidade fascinante com casas senhoriais. Inúmeros mosteiros e igrejas, entre vários outros pontos interessantes, que convidam os visitantes a uma viagem emocionante de descoberta.

A primeira menção registrada de Gmünd como uma cidade é datada do ano 1162 – mais cedo do que qualquer outra cidade na região do Staufer.

A cidade encanta pela sua localização em um grande vale, sua arquitetura totalmente preservada, e seu aconchego. A sua história também nos proporciona uma viagem ao tempo.

Schwäbisch Gmünd foi durante séculos uma cidade estritamente católica e, portanto também chamada muitas vezes de “Schwäbische Nazareth”.

Schwäbisch Gmünd

Schwäbisch Gmünd era conhecida como uma cidade de mosteiros. Em meados do século 13, os franciscanos se estabeleceram em Gmünd e fundaram seu mosteiro. Um pouco mais tarde, em 1284, veio o mosteiro agostiniano. O mosteiro dominicano situado no centro da cidade data de 1294, utilizado como quartel no século 19 e, desde 1973, tornou-se centro cultural. Ponto de grande interesse neste museu é uma fábrica do século 19, totalmente preservada  aonde podemos observar fornos, laminadores e martelos de potência (impulsionados por um sistema de transmissão), dispositivos tais como martelos de queda, máquinas de moagem.

Parte muito triste da história desta linda cidade, é a criação ali do primeiro campo de concentração feminino do estado, isto no início da ditadura nazista, em 1933. Ali ficavam cerca de 50 mulheres, que foram posteriormente transferidas para outros campos de concentração.

Schwäbisch Gmünd - 2

No coração de Schwäbisch Gmünd

A praça central do mercado, em Schwäbisch Gmünd é considerada uma das mais belas dentre as cidades do sul da Alemanha. Aqui as pessoas se encontram para um passeio e café. Aqui também eu descobri o Apfelstrudel mais delicioso do mundo!!!! É aqui que ocorrem também os eventos tradicionais como, por exemplo, a feira de natal, o festival da cidade e muito mais.

Obs.: Quer dar uma olhada nela?? Acesse o site, com a webcam da cidade!

Schwäbisch Gmünd - comida

Uma curiosidade: Dizem que os bonecos Smurfs são belgas, eu não concordo muito, pois é aqui na fábrica Schleich, situada em Schwäbisch Gmünd, que eles tornam-se verdadeiramente palpáveis. A Fábrica Schleich é internacionalmente conhecida e especializada na fabricação de figuras de plástico, pelas quais eu sou totalmente apaixonada… e a linha dos bonecos Smurfs é uma tentação para qualquer um, eles são lindos e muito divertidos!

Schwäbisch Gmünd - Sumpfs

Outra indústria também muito conhecida aí no Brasil, e que está situada em Schwäbisch Gmünd, é a WELEDA, especializada em produtos farmacêuticos / cosméticos naturais, de altíssima qualidade.

Seu jardim de plantas medicinais abrange uma área de cerca de 23 hectares, que desenvolve um nível muito elevado de riqueza de espécies de plantas. Cerca de 260 espécies de plantas crescem aqui em agricultura biodinâmica – cada qual em um ambiente apropriado. Cerca de 180 plantas medicinais são utilizadas para produtos, as outras espécies servem para demonstração e manutenção do equilíbrio natural.

Graças a Rudolf Steiner, fundador da antroposofia, o início da Weleda também foi o início deste maravilhoso jardim. Steiner queria proporcionar a experiência da harmonia entre o homem e a natureza: visão, olfato e tato.

Weleda proporciona também, durante o ano, vários eventos para a população, como tardes reservadas para seminários, passeio pelo jardim, finalizando com massagens e um SPA. Neste ano, o primeiro evento ocorrerá dia 07 de março, será preciso correr para se inscrever, pois estes eventos são muito conhecidos e procurados na nossa região!

Schwäbisch Gmünd - Jardim Weleda

Se você tiver um tempinho, recomendo este curto vídeo sobre o plantio e colheita da Rosa de Mosqueta, utilizada largamente pela Weleda em sua linha de produtos: https://www.youtube.com/watch?v=lmlDm4yxZ60 

Esta pequena e linda cidade é multifacetada, eu poderia escrever um longo texto mostrando todos seus aspectos, certamente eu ainda terei muito a escrever sobre ela, que cada vez me conquista mais e mais…

 >> Por que Alemanha?

– Porque aqui comemos Nutela, queijos diferentes, framboesas frescas, salmão no dia a dia, simplesmente porque é muito gostoso e barato!!!”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *