“Por que Alemanha?” – por Chris Rogatto

Gente, tô super contente em anunciar mais uma novidade aqui no Blog! É com imenso prazer que inauguro, hoje, a coluna “Por que Alemanha?“, escrita por Chris Rogatto, uma amiga mais do que especial! A Chris hoje mora na Alemanha com o marido e o filho mais novo, e a Bia, sua filha mais velha, é uma amiga minha muy amada da época do colégio, que também mora na Alemanha atualmente, mas numa cidade diferente (e não me peçam para escrever os nomes das cidades… Impossível! Hahah). #beijoBia! #bonstempos

Por que Alemanha ? - Abertura

Nessa coluna, semanalmente, a Chris vai dividir com a gente uma série de fotos, fatos, histórias e curiosidades sobre a Alemanha. Tudo o que chama sua atenção. Tudo sob sua própria ótica. Rico demais isso, né?? Na verdade, a Chris já escrevia sobre o assunto apenas como um hobby pessoal, MAS, porque não unir o útil ao agradável? Temos aqui um blog que tem o objetivo de dar dicas de viagem. E temos uma pessoa que mora em outro país e adora escrever sobre as curiosidades dele. Casamento perfeito, não?

E é assim que tem início a coluna semanal “Porque Alemanha?”. Esse primeiro post é uma apresentação que a própria Chris escreveu sobre ela. Um “abre-alas”. Leiam, compartilhem e nos digam o que acharam da ideia! Dicas de conteúdo também são sempre super válidas! Eu e a Chris vamos adorar! 😉

_______________________

Por que Alemanha ?

O destino me trouxe em 2012 para a Alemanha. Aqui, além de me dedicar a família, cozinhar delícias, eu consigo fazer o que realmente gosto: viajar, estudar e conhecer profundamente este país, terra de meus antepassados.

Motivos para gostar desta terra não faltam, e alguns eu vou citando, em doses homeopáticas, toda semana.

Espero que, ao seguir semanalmente os meus pequenos relatos, com uma pincelada rápida sobre a história de cada localidade, você entenderá melhor “por que Alemanha”, e espero que possa então ter também a felicidade de conhecer este país de perto!

Venha comigo nesta viagem….

>> Por que Alemanha?

– porque aqui temos as quatro estações bem definidas, quadruplicando as possibilidades de passeios, paisagens estonteantes, experiências e fotos sem fim.

_______________________

É isso!! O “Por que Alemanha?” volta semana que vem!

E ah, não perca os outros posts com participações especiais que já rolaram por aqui:

– para ver t-o-d-a-s as dicas da minha irmã sobre intercâmbio na Austrália, visto, moradia, valores, trabalho e etc, clique AQUI.

– para ler o relato da Camila falando sobre dicas e passeios em Santiago do Chile, clique AQUI!

Bjos!!

3 thoughts on ““Por que Alemanha?” – por Chris Rogatto

  1. Marina Andrade

    Olá, tudo bem? Gostaria de esclarecer uma dúvida sobre os procedimentos de vistoria de passageiros na chegada à Alemanha e também na partida. O que me preocupa são os body scanners dos aeroportos, aquelas máquinas que mostram uma imagem “sem roupa” do viajante com o propósito de verificar se ele está trazendo algo escondido junto ao corpo. Como mostrado nos endereços a seguir, nos EUA essas vistorias são corriqueiras e muitas vezes feitas sem qualquer respeito ao cidadão. Gostaria de saber como são esses procedimentos na Alemanha, se existem tais máquinas, se é obrigatório passar por elas e se há agentes de imigração abusivos. Observação: não me refiro aos detectores de metais que se assemelham aos usados nas portas dos bancos, mas aos aparelhos que possibilitam a visualização detalhada do corpo.

    http://joaomagrini.blogspot.com.br/2010/11/vergonha-nos-aeroportos-americanos.html

    http://illuminati-xdddre.blogspot.com.br/2012/04/historias-de-terror-fisico-e-ideologico.html

    http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/passageiros-se-revoltam-nos-eua-1czytm1e266f1wz74lcwu5172

    Reply
  2. Marina Andrade

    Olá, tudo bem? Gostaria de esclarecer uma dúvida sobre os procedimentos de vistoria de passageiros na chegada à Alemanha e também na partida. O que me preocupa são os body scanners dos aeroportos, aquelas máquinas que mostram uma imagem “sem roupa” do viajante com o propósito de verificar se ele está trazendo algo escondido junto ao corpo. Como mostrado nos endereços a seguir, nos EUA essas vistorias são corriqueiras e muitas vezes feitas sem qualquer respeito ao cidadão. Gostaria de saber como são esses procedimentos na Alemanha, se existem tais máquinas, se é obrigatório passar por elas e se há agentes de imigração abusivos. Observação: não me refiro aos detectores de metais que se assemelham aos usados nas portas dos bancos, mas aos aparelhos que possibilitam a visualização detalhada do corpo.

    http://joaomagrini.blogspot.com.br/2010/11/vergonha-nos-aeroportos-americanos.html

    http://illuminati-xdddre.blogspot.com.br/2012/04/historias-de-terror-fisico-e-ideologico.html

    http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/passageiros-se-revoltam-nos-eua-1czytm1e266f1wz74lcwu5172

    Reply
    1. Vânia Parola Post author

      Olá Marina, tudo bem?

      Obrigada pela visita! Para tentar ajudar com sua dúvida, pedi para a Chris, que mora na Alemanha e escreve a nossa coluna semanal “Por que Alemanha?” para que contasse a experiência que ela tem com o assunto. Segue abaixo o que ela escreveu:

      “Olá, por aqui tudo bem. Espero poder esclarecer sua dúvida, apesar de nao ter muito conhecimento sobre como anda o sistema de body scanner atualmente na Alemanha. Creio que nao esteje muito diferente do que noticiado na imprensa local no ano passado. Em 2014, existiam na Alemanha 14 scanners em funcionamento nos aeroportos de Berlim-Schönefeld, Dusseldorf, Frankfurt, Hamburg, Munique e Stuttgart. A previsão era de que em 2015 todos os aeroportos do país já estivessem equipados com o body scanner. Porém eles são usados para um controle secundário, principalmente prescrito para passageiros dos voos com segurança mais crítica, como para Israel e Estados Unidos. Em praticamente mais da metade dos passageiros não se faz necessário este controle. Em novembro 2011 a EU criou um regulamento para utilização do scanner: o indivíduo opta se concorda em utilizá-lo ou não, no caso de uma negativa, o passageiro segue a rotina normal do controle. Pela minha experiencia pessoal, não creio que os agentes de segurança por aqui tenham atitudes abusivas.”

      Espero ter ajudado!

      Bjos!!

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *