Category Archives: Bagagem

7 dicas: o que levar na bagagem de mão?

O que levar na bagagem de mão?

Viajar é muito bom né? Mas quando vamos fazer uma viagem de avião, especialmente para fora do país, precisamos fazer uma mala de mão bem pensada para não passar perrengue e esquecer detalhes importantes.

A gente já deu 11 dicas preciosas para enfrentar o aeroporto (clica AQUI pra ler!), e agora contamos 7 dicas preciosas sobre o que levar na bagagem de mão. Anota aí e boa viagem!

o que levar na bagagem de mão

1. Necessaire pessoal

Na sua bolsa ou mochila, leve escova e pasta de dentes, pente, fio dental, lenço íntimo umedecido, lenço removedor de maquiagem, hidratante para as mãos e para o rosto, colírio, remédios, desodorante, espelhinho e outros itens de necessidade básica que você possa precisar usar durante seu voo.

Quem usa lentes de contato, não se esqueça de levar um par extra de lentes (vai que você perde a sua, né?), seus óculos, a solução de limpeza das suas lentes e um colírio específico, já que o ar condicionado da aeronave ajuda a ressecar os olhos.

2. Dinheiro e documentos

Passaporte e cartão de embarque são os itens mais valiosos que você terá de carregar durante sua viagem de avião. Toda hora você vai ter que apresenta-los, e perder um deles vai te causar uma grande confusão. Por isso, mantenha-os sempre perto de você.

Uma dica boa (mas não muito fashion, eu sei) é usar aqueles money belts. É tipo uma pochete fininha (só em falar em “pochete”, dá até arrepios!! hahaha) que você prende na cintura, coloca por baixo da roupa e pronto, tudo bem seguro e protegido. Apesar de não ser o último grito da moda, o money belt permite que você tenha fácil acesso aos seus documentos, dinheiro, cartão de embarque, visto e etc. Só não vale deixar ele para fora da roupa ou tirar para dormir no avião e esquecer, hein? A ideia é não chamar a atenção (como as antigas pochetes faziam) e ganhar agilidade na hora de pegar/guardar seus documentos.

O meu eu comprei na loja online da Centauro e paguei uns 30 e pouco reais. Uso muito!!

3. Trocas de roupa

Quando se faz uma viagem de avião, é preciso considerar alguns imprevistos. Seu voo pode atrasar/ser cancelado/adiado, dar over booking, sua mala extraviar, enfim. E caso você tenha que passar um ou dois dias sem sua mala, é bom estar preparado para não passar perrengue. Leve uma ou duas camisetas extras, calcinha/cueca, meias, toalha de banho, pijama, sabonete, shampoo e condicionador, hidratante corporal, chinelo, shorts/bermuda ou blusa de frio (dependendo do destino).

Ah, lembre-se que todos os vidros com cremes e líquidos na sua mala de mão devem ter no máximo 100mL e estar dentro de uma embalagem transparente! E não exagere na quantidade de coisas, atente-se ao limite de peso!

4. Bloco de anotações e caneta

Pode parecer antiquado, mas ter informações importantes, como telefone e endereço de onde você vai ficar hospedado, contato do seu transfer ou de quem vai te pegar no aeroporto, do seu seguro viagem, pessoa que você conhece no país e etc é fundamental. Você já pensou nisso e tem tudo isso anotado no seu celular? Ótimo, mas se acabar a bateria bem na hora que você precisar, danou-se. Lembre-se: nessas horas, é melhor pecar pelo excesso!

Além disso, se você for para o exterior, vai precisar preencher o formulário de declaração de bens quando estiver pousando no país, e é mais fácil ter a sua própria caneta à mão para não precisar ficar pedindo para ninguém.

5. Adaptador de tomada universal

Cada país tem um tipo de tomada, e as que a gente usa no Brasil nem sempre funciona no exterior. Em vários aeroportos você consegue encontrar um adaptador de tomada universal que tem vários tipos de encaixe, tanto de um lado quanto do outro.

6. Carregador portátil de celular

A gente não quer correr o risco de acabar a bateria do celular bem na hora que queremos fazer aquela foto linda do nascer do sol pela janela do avião ou quando finalmente conseguimos wi-fi de graça para avisar a família que estamos vivos.

Eu comprei um da Sony no Submarino.com e funcionou super bem. Ele não carrega 100% da bateria, mas dá pra quebrar um galho até encontrar a tomada mis próxima! Pelo preço, achei um bom custo x benefício.

7. Leve impresso documentos importantes

A gente tem mania de fazer tudo online e deixar tudo registrado no e-mail ou no print screen do celular, né? #quemnunca? Mas, mais uma vez, é melhor estar prevenido para não ter dor de cabeça. Imprima sua passagem aérea, seu cartão de embarque (se você fez o check-in online), visto (quando necessário), confirmação da escola ou trabalho, voucher do transfer, reserva do hotel.

 

Dica para arrumar espaço na mala de viagem!

Fazer uma viagem grande implica em uma mala elaborada. Veja bem, eu disse elaborada, e não enorme. Escolher as peças adequadas, versáteis e que combinam entre si já é de grande ajuda (já dei algumas diquinha de como montar uma mala de viagem nesse post AQUI e como planejar uma viagem ao exterior AQUI. Clica nos links pra ler!), mas dependendo do tipo, destino e duração da viagem, a gente acaba tendo que levar bastante coisa mesmo.

Mas e aí? Como arrumar espaço na mala de viagem? Como fazer tudo caber ali dentro e não correr o risco de ter que pagar excesso e bagagem?

Navegando um dia desses nessa internet de meu Deus, enquanto fazia minha atividade física quase diária, vi um vídeo da Lu Ferreira, no Blog Chata de Galocha, indicando o uso de embalagens a vácuo para arrumar espaço na mala de viagem. Achei a ideia gênia mas me senti completamente burra. COMO eu não tinha pensado nisso antes, minha gente? Depois de sofrer tanto em viagens com falta de espaço na mala, principalmente no Reino Unido e em Nova York, e prestes a fazer um outra viagem bem maior agora, fui na hora pesquisa na internet sobre as tais embalagens.

Resolvi ousar e gravar esse vídeo mostrando detalhes do produto, como usar, preço, marca e onde comprar esses sacos a vácuo. Também achei uma excelente desculpa para tomar vergonha na cara coragem e começar a fazer vídeos pra gente o/!

Não me julguem. Pensa que o ser humano aqui tá começando! Mas deem a opinião de vocês nos comentários? Vai ser muito importante para me balizar para os próximos! 1, 2, 3 e… ação!

https://www.youtube.com/watch?v=UnbAWBUyMC8

Também tirei algumas fotos no melhor estilo “antes e depois” para vocês verem a diferença:

Como arrumar espaço na mala - antes e depois

Foram 7 blusas de frio grandes, gordas e pesadas dentro da sacola. Observe a diferença nas fotos de baixo, dentro da mala. Veja como sobra espaço na foto da direita!

Alguém já usa esse truque? Alguma outra dica de como arrumar espaço na mala?

Bjos!

O tamanho da mala – minha experiência no Reino Unido :)

Voltando ao assunto do tamanho da mala que falamos nesse post aqui, vou contar mais sobre a experiência na minha viagem ao Reino Unido. Seriam, ao todo, 22 dias de viagem, 4 países, 12 cidades, 5 viagens de avião e 8 de trem. Pensa em duas pessoas que se deslocaram? 🙂 E como arrumar uma mala funcional para esse tempo todo e com toda essa movimentação?

Além disso, também tinha que levar em conta a questão climática: fomos em Junho, teoricamente fim da primavera e início do verão. Só que o deles né? Temperaturas muito diferentes das que temos por aqui nessas estações do ano! Houveram dias que passei um frio tremendo, quase congelei! E que tipo de roupa levar, visto esse cenário? De calor? Mas calor quanto? De frio? Mas frio quanto? Sobretudo e bota? Ou blusinha fina e jaqueta? Quem sabe um short ou vestido? Meia-calça? Sapatilha e chinelo? Cachecol, será?

ScreenHunter_44 Feb. 26 18.50

Nunca tinha ido pra Europa e, por mais que tivesse monitorado o tempo pelo Climatempo, na hora a gente nunca sabe o que vai rolar. Sendo assim, levei um pouco de tudo! HAHAHA Tenho um sério problema em ser econômica quando viajo… mas estou trabalhando nisso! 😉

O problema é que tanta roupa pra tanto dia resultou em duas malas enormes e duas mochilas(estávamos eu e minha mãe) e o excesso de peso nos atrapalhou em alguns momentos. Pra começar, fica difícil “manobrar” a mala por aí. No aeroporto, no hotel, na rua, nas estações, no trem. Levantar, então? Nem me fale! Ou contávamos com a ajuda de algum homem caridoso ou tínhamos que fazer um esforço sobrenatural – dadas as nossas proporções físicas. Foi BEM cansativo esse processo, mas muito engraçado! No fim, ríamos de nós mesmas naquela situação patética!!

Escadas eram nosso maior pesadelo! rsrs No hotel de Londres, por exemplo, tivemos que subir as malas de escada até a recepção, que ficava no 1º andar. Na estação de Stratford-upon-Avon não tinha elevador e, para atravessar a plataforma de um lado para o outro, tivemos que subir dois lances de escada e depois descer mais dois. Demoramos uma meia hora para conseguir realizar essa façanha! Fora arrastar as malas pelas ruas das cidades… Às vezes, o hotel era perto da estação e não valia à pena pagar um táxi e tínhamos que pagar esse mico. hehe

Mas para mim, o grande problema foi para subir, descer e, por vezes, permanecer nos trens. As plataformas eram mais baixas e distantes do vagão, então precisávamos erguer a mala! Só que isso com várias pessoas querendo entrar e sair ao mesmo tempo pela mesma porta. Geralmente, eu subia no vagão e minha mãe, da plataforma, me ajudava a puxar a mala pra cima. HAHAHA bizarro! O bom é que vários trens tem bagageiro, mas às vezes acontecia de eles estarem lotados ou a mala não passar pelo corredor. Tivemos que fazer duas viagens em pé, perto da porta por conta disso… sendo uma delas de 4 horas. HÁ!

E depois de passar por Primark’s, Topshop’s, H&M’s e lojinhas de souveniers? Foi uma luta fechar as malas AND as mochilas no últimos dias de viagem… #consumismos

Acho que o resumo disso tudo é que nos divertimos bastante e demos muita risada! Temos história pra contar, viu?? Mas vou levar a experiência dos perrengues para um próximo tour e fazer uma mala mais enxuta… Por isso, é muito importante se planejar bem e levar em consideração tudo o que você terá que fazer durante a viagem, desde grandes deslocamentos até o simples ato de colocar a mala no armário do quarto 😉

A mala de viagem. O que e quanto levar?

Pode ser um fim de semana na praia ou um mochilão de dois meses pela Europa, o tamanho da mala de viagem é uma questão complicada para a maioria das mulheres pessoas. A equação do que levar x o que você de fato usa nunca fecha: ou sobra um monte de coisa que você nem mexeu e só ocupou espaço, ou faltou justamente aquilo que você não levou! Quem nunca?? rsrs

Mala de Viagem 1

A maioria das pessoas acaba sugerindo organizar a mala por looks pré-definidos, ou seja, já levar certinho o que você vai usar com o que, incluindo sapatos e acessórios para facilitar a escolha na hora H e otimizar o espaço utilizado. Acho essa ideia brilhante, porém, nunca consegui colocar em prática! HAHAHA Tenho medo de não querer usar aquela calça com aquela blusa e acabo levando mais mil opções – e usando 10% delas, by the way.

Outra dica que vemos sempre por aí é tentar levar peças mais neutras e que combinem facilmente entre si. Não adianta nada levar uma saia-linda-maravilhosa se ela combina APENAS com uma determinada blusinha E com um só sapato. Mais fácil levar peças-chave de cores, formatos e tecidos que combinem com as demais coisas da mala. Isso eu faço e dá (quase sempre) super certo!

Como em tudo relacionado a uma viagem, a palavra de ordem é planejamento:

Mala de ViagemUma dica muito importante que dou é relacionada ao terceiro item aí de cima: veja se você vai realizar mais de um deslocamento e como ele será feito. Na minha viagem ao Reino Unido, fizemos tudo de trem com uma mala de viagem gigante e uma mochila abarrotada cada uma. Por mais que os trens por lá sejam ótimos, é sempre uma dificuldade subir nos vagões (que são mais altos que as plataformas), passar com as malas pelos corredores (que são estreitos) e guardá-las nos compartimentos apropriados (que nem sempre existem ou são pequenos, na maioria da vezes). No fim deu tudo certo, mas passamos uns perrengues por conta do tamanho e peso de nossas malas e isso seria algo que eu melhoraria para uma próxima vez.

Mas sobre isso eu conto num próximo post 😉