Category Archives: Mergulho

Mergulho com tubarões em Galápagos

Para estrear com chave de ouro as férias do blog, vamos de cara com um dica sobre mergulho com tubarões (arraias, leões marinhos e mais uma turma) em Galápagos. Exótico, não?! Vem ler que você vai curtir!

Mergulho com tubarões

Ok, imagino que a maioria das pessoas leria esse título e pensaria “cruzes, jamaaaaaaais”. Mas saiba que pode ser uma ideia muito interessante mergulhar com tubarões, araias, leões-marinhos e companhia. Quem já tem uma boa experiência com mergulho, pode se aventurar a ir para Galápagos (aquela de Darwin, sabe?), ilha localizada no meio do nada, perdida no Pacífico e a centenas de quilômetros do Equador, país ao qual pertence e é o ponto mais próximo.

O mergulho é mais” aventureiro”, por assim dizer: dependendo da época do ano, correntezas bem fortes passam pela região e causam a chamada washing machine (a.k.a. máquina de lavar), levando o mergulhador, assim que ele cai na água, rapidamente para o fundo e depois para a superfície. Isso pode assustar os menos preparados, por isso uma pesquisa antes sobre o lugar e experiência de mar podem ajudar!

Apesar de certas dificuldades em algumas ocasiões, a água é muito limpa e a vida marinha, abundante. Tubarões-baleia, leões-marinhos, focas, araias e outros peixes enormes fazem a diversão do mergulhador. Além disso, na própria capital, vários animais ficam perambulando por aí, na orla, no ponto de ônibus… Você pode estar lindo e belo sentado em um banco em alguma orla qualquer e, PÁ!, um leão marinho dormindo ao seu lado. Legal ,né?

Mergulho com tubarões - Galápagos

E aí? Quem se anima? 😉

5 regras básicas para um mergulho seguro

Como o tema “mergulho” rendeu por aqui (já viu o post sobre “8 dúvidas básicas sobre mergulhar” e “Os 10 melhores lugares para mergulhar no Brasil“?? Estão lindos!) e é um assunto delicioso, vamos agora trazer as 5 regrinhas básicas para um mergulho seguro.

Obs.: Para quem quiser saber mais sobre mergulho, opções de cursos e como funciona, tá aqui o link da loja que eu fiz meus cursos: Narwhal

São recomendações super simples mas essenciais que qualquer bom mergulhador (iniciante ou não) deve saber. E praticar, claro. Se você tem vontade de mergulhar ou já é praticante do esporte, preste atenção nesses tópicos! 🙂

Mergulho Seguro

1. Procure uma operadora local se você não conhece o ponto de mergulho

Por mais que você seja devidamente certificado (falamos disso aqui), sempre que você for mergulhar em um lugar que ainda não conhece, é mais prudente (e seguro) procurar uma operadora local.

Às vezes, a região pode ter algum tipo de correnteza ou áreas perigosas que somente que trabalha ali vai saber te informar. Da mesma forma, determinados pontos podem ser mais bonitos que outros ou exigirem determinadas manhas, e só quem conhece a região pode saber disso. Sendo assim, é sempre melhor procurar por uma operadora local que possa te dar boas dicas e te orientar para um mergulho seguro.

2. Planeje o mergulho e mergulhe o planejado

Duração do mergulho, direção e profundidade são itens importantíssimos e que devem ser planejados com atenção. Mas, mais importante do que planejar o seu mergulho, é de fato seguir o que foi combinado lá na hora. Não vale se distrair com os peixinhos e se esquecer do tempo, ok? 😉

3. Sempre mantenha contato visual com seu dupla e monitore seus instrumentos

Qualquer mergulhador iniciante sabe que a regra número 1 do mergulho seguro é mergulhar sempre em dupla. N-u-n-c-a sozinho. E para garantir que tudo corra bem, manter contato visual com seu parceiro é fundamental. Assim, vocês dois garantem o tempo que o outro está ok.

Seus instrumentos também são de extrema importância. Checar quanto ar você tem no cilindro regularmente é essencial, bem como a profundidade e o tempo que você está mergulhando. Tudo isso deve ser atentamente monitorado.

4. Se houver correnteza, inicie o mergulho contra ela

Nadar contra a correnteza é uma tarefa um tanto quanto cansativa. E, dependendo da situação, pode exigir um esforço grande. Por isso, é mais inteligente e seguro ter que fazer esse esforço extra enquanto você está indo, e não vindo. Na volta do seu mergulho, você já vai estar mais cansado e com o ar do cilindro já usado. Quanto mais fácil e tranquila for sua volta, melhor.

5. Mergulhe dentro dos limites da sua certificação, e procure evoluir com novos cursos e descobrindo novos lugares

As regras do mar e do mergulho seguro estão aí para ser respeitadas. Apesar de parecer assustador, se você fizer tudo direitinho, não tem o que acontecer de errado. Por isso, não queira dar um passo maior que a perna (como diria minha mãe!) e achar que já sabe o suficiente para ousar um pouquinho. Não, você não sabe. Simples assim.

Para poder fazer mergulhos cada vez mais diferentes e desafiadores, faça cursos. É para isso que eles existem. Tem curso para mergulhar em caverna, naufrágio, rescue, técnico (para alcançar grandes profundidades) e mais uma cacetada de opções. Também tem cursos profissionalizantes, que te possibilitam dar (ou auxiliar em) aulas de mergulho, como Dive Master e Instrutor.

Certifique-se, pratique e, aí sim, explore todo o universo que o mergulho possibilita! E bons mergulhos pra gente!!

________________

Para saber mais sobre os cursos, valores, como funciona e onde fazer, dá uma olhada no site da Narwhal, maior rede de mergulho do Brasil e com certificação PADI 🙂

Os 10 Melhores Lugares para Mergulhar no Brasil!

Eeeee continuando o assunto do post anterior, “8 dúvidas básicas sobre mergulhar”, resolvi perguntar os 10 melhores lugares para mergulhar no Brasil na opinião de uma pessoa que entende muito do assunto: meu pai!

** Clique no link a seguir para saber mais sobre as “5 regras básicas para um mergulho seguro“.

Melhores Lugares para Mergulhar

Pois é, como falei anteriormente, meu pai trabalha com o esporte há mais de 20 anos, já viajou o mundo mergulhando em lugares incríveis e possui mais de 5 (ou 6?) M-I-L mergulhos acumulados. #orgulho Experiência é o que não falta, hein? Por essas e outras é que ele é tão respeitado no meio e se tornou referência no assunto! Pode confiar porque a seleção é boa!

1. Fernando de Noronha – Corveta (PE)

CLARO que Noronha seria o destino a encabeçar a lista. O ponto mais cobiçado entre os mergulhadores que vão para lá é visitar a corveta Ipiranga, que naufragou na região em 1983 e está a 60 metros de profundidade.

Melhores lugares para mergulhar - Noronha

Melhores lugares para mergulhar - Noronha Corveta

2. Arquipélago de Abrolhos (BA)

Possuindo a principal formação de corais do Atlântico Sul, não me espanta que Abrolhos venha logo no topo da lista.

E por curiosidade, você sabe o porquê desse nome? Como o fundo do mar é cheio de corais por todos os lados, muitos acidentes com embarcações aconteciam na região. Por isso, ao se aproximarem do Arquipélago, os marinheiros gritavam “Abra os olhos!!”. E assim ficou! 🙂

Melhores lugares para mergulhar - Abrolhos

melhores-lugares-para-mergulhar-abrolhos-2

3. Naufrágios de Recife (PE)

Considerada a capital dos naufrágios do Brasil, Recife logo entrou na lista graças aos vários navios que se encontram perto da costa. Nas fotos, imagens do Vapor Bahia e Vapor de Baixo.

Melhores lugares para mergulhar - Recife melhores-lugares-para-mergulhar-recife-2

4. Parcel Manoel Luís (MA)

Conhecido com o “triângulo das Bermudas brasileiro”, o Parque Estadual do Parcel de Manoel Luís abriga um dos maiores cemitérios de navios do mundo. A região também pertence à maior formação de corais da América do Sul e isso fez com que muitos acidentes acontecessem ali. O que faz do lugar um paraíso para os mergulhadores!!

Melhores lugares para mergulhar - Parcelmelhores-lugares-para-mergulhar-parcel-2

5. Salvador (BA)

Quem acha que Salvador é feito só de Olodum e acarajé, não sabe a riqueza que abriga o fundo do mar da Baía de Todos os Santos!

Melhores Lugares para Mergulhar - Salvador

Melhores Lugares para Mergulhar - Salvador 2

6. Fortaleza (CE)

As famosas praias e passeios de buggy fazem a gente se distrair e nem imaginar que a região de Fortaleza abriga um dos lugares mais lindos para mergulhar do Brasil!

Se você estiver de viagem marcar para a cidade, leia esse post aqui que eu conto como planejei minha viagem para lá!

Melhores Lugares para Mergulhar - Fortaleza

Melhores Lugares para Mergulhar - Fortaleza 2

7. Arraial do Cabo (RJ)

Considerado o Caribe brasileiro, Arraial abriga as águas mais lindas geladas! com uma quantidade imensa de vida. Eu já mergulhei em Arraial quando criança e estive de novo por lá esse ano para curtir uma prainha delícia. Dei várias dicas aqui, ó!

Melhores Lugares para Mergulhar - Arraial do Cabo

Melhores Lugares para Mergulhar - Arraial do Cabo 2

8. Bonito (MS)

E quem pensa que é só no mar que ficam os melhores lugares para mergulhar no Brasil está redondamente enganado. Bonito é conhecidíssimo pela mais incríveis cavernas e os melhores mergulhos em água doce!

Esse é um lugar que eu quero MUITO conhecer!!

Melhores Lugares para Mergulhar - Bonito

Melhores Lugares para Mergulhar - Bonito

9. Guarapari – naufrágios Beluccia e Victor B (ES)

Conhecido pelo mar agitado e águas geladas, Guarapari é lugar certo para quem curte se aventura e navios naufragados!

Melhores Lugares para Mergulhar - Guarapari

Melhores Lugares para Mergulhar - Guarapari 2

9. Atol das Rocas (PE) 

Não é para menos que Fernando de Noronha e região tem a fama que tem, né? Olha esse lugar!!!!

Melhores Lugares para Mergulhar - Atol das Rocas

Melhores Lugares para Mergulhar - Atol das Rocas 2
10. Penedos de São Pedro e São Paulo (PE)

Last, but not least, esse lugar incrível e de difícil acesso fecha com chave de ouro a nossa lista de melhores lugares para mergulhar no Brasil!

Melhores Lugares para Mergulhar - Penedo de São Pedro e São Paulo

Melhores Lugares para Mergulhar - Penedo de São Pedro e São Paulo 2

___________________

O que acharam?? Alguém tem alguma outra sugestão? 😉

8 dúvidas básicas sobre mergulhar!

 

Dúvidas sobre Mergulhar

Eu mergulho desde criança. Meu pai tem lojas (a Narwhal), importadora de equipamentos de mergulho, embarcação e base de operações própria (em Ilhabela), e já deu muita aula por aí. E ele faz isso há mais de 20 anos.

Com uns 5 anos de idade, ele já colocou um cilindro nas minhas costas e me jogou na piscina da nossa casa de praia. HAHAHA. Aos 12, fiz o curso de mergulho básico – idade mínima necessária na época (hoje é 10 anos). Mesmo antes de me certificar, sempre acompanhei meu pai quando ele levava turmas para mergulhar por aí. Ia muito para Paraty e Angra dos Reis, principalmente. Era sempre muito divertido!!

Confesso que não sou uma praticante do esporte com a assiduidade que deveria. Também não tenho mil certificações, apesar do fácil acesso que tenho aos cursos. Já mergulhei em alguns lugares aqui pelo Brasil, como Ilhabela, Paraty, Angra dos Reis, Porto de Galinhas – e não, Noronha ainda não entrou na minha lista, infelizmente! – e em Curaçao, no Caribe. Também já fiz vários mergulhos noturnos e até em naufrágio! Para mim, esses são os mais legais!!

Como praticamente nasci e cresci nesse meio, desde pequena as pessoas sempre me perguntaram suas dúvidas sobre mergulhar. Se dá medo. Se dá para respirar. Se é perigoso. Se é bonito. Se é difícil. Se os animais vão te atacar (hahaha). Eu estou super acostumada com esse universo do mergulho e, cair na água, sempre foi algo normal na minha vida. Afinal, vejo meu pai fazer isso desde muito pequena. Mas eu vejo como as pessoas tem curiosidade sobre o assunto e muitas dúvidas!

Por isso, resolvi escrever esse e mais alguns posts para tirar algumas dúvidas sobre mergulhar básicas e, quem sabe, fazer alguém tomar coragem e cair na água! Vocês vão ver como é lindo!!!

** Veja mais posts sobre mergulho: “5 regras básicas para um mergulho seguro” e “Os 10 melhores lugares para mergulhar no Brasil!“.

Dúvidas sobre Mergulhar - Curaçao

Dúvidas sobre Mergulhar - Curaçao 2

Dúvidas sobre Mergulhar - Curaçao 3

Mergulhar é perigoso?

Olha, qualquer esporte radical tem o seu perigo. Mas, assim também como qualquer em esporte, existem técnicas e equipamentos de segurança que praticamente eliminam a chance de algo dar errado. Se você respeitar as regras e os seus limites, não tem o que acontecer de ruim. O principal aqui é não ser imprudente. Obedeça os instrutores e guias locais. E, acima de tudo, respeite o mar. Isso é fundamental!

É difícil?

Gente, não! Definitivamente, mergulhar não é difícil. É apenas diferente enquanto você ainda não está muito habituado aos equipamentos e a respirar pela boca. É um universo diferente, entende? Mas assim que você aprende como funciona, dá para mergulhar com as mãos nas costas! Hehehe

Os animais costumam atacar? Vou encontrar um tubarão?

Claro que não! Eles tem muito mais medo de você do que você deles. Todos os bichinhos fogem da gente! É possível pegar alguns deles na mão com a maior facilidade, como a estrela-do-mar, a aranha-do-mar e o pepino-do-mar, sabia? Mas a regra básica é JAMAIS tirar nenhum animal do fundo do mar, ok??

E não, você não vai dar de cara com uma baleia gigante e nem um tubarão martelo assim, do nada. É muito difícil encontrar com esses caras… E como eu queria!

O que preciso fazer para poder mergulhar?

Para que você possa mergulhar onde e quando bem entender (desde que dentro dos limites estabelecidos pelos órgãos reguladores), é preciso fazer o Curso Básico de Mergulho e tirar sua certificação. Essa certificação permite que você mergulhe com cilindro numa profundidade de até 18 metros em qualquer lugar do mundo, e não é necessário renová-la. Basta apresentá-la e pronto, vão saber que você é devidamente credenciado.

Nota: A principal e maior certificadora de mergulho do mundo é a PADI.

Quais os pré-requisitos para fazer o Curso Básico?

Basicamente, ter 10 anos de idade e saber nadar. Não é preciso ser nenhum Michael Phelps, mas convenhamos que ter uma mínima noção de água é fundamental 😉

E se eu não quiser/puder fazer o Curso logo de cara? Existe outra opção?

Sim. Existe o Batismo de Mergulho, que nada mais é do que um test-drive, digamos assim. Você assiste a um vídeo explicativo sobre todas as regras básicas do mergulho e principais conceitos, assina um termo de responsabilidade e cai na água. Um instrutor credenciado vai mergulhar com você por cerca de meia hora e num lugar de pouca profundidade. Você vai com o equipamento completo: roupa, colete, cilindro, máscara, nadadeira, regulador.

É muito bacana para você testar se essa é realmente sua “praia”, ver como é o manuseio do equipamento e a sensação indescritível de ver o mundo debaixo d’água!

Dúvidas sobre Mergulhar - Naufrágio

Dúvidas sobre Mergulhar - Naufrágio 2

Dúvidas sobre Mergulhar - Naufrágio 3

Dúvidas sobre Mergulhar - Naufrágio 4

Preciso ter algum equipamento para fazer o Curso? 

O ideal é que você tenha sua própria máscara, snorkel e nadadeira. Como são objetos muito pessoais e que tem que ficar confortáveis no seu rosto e nos seus pés, é aconselhável que você tenha o seu mesmo. O restante, as lojas costumam dar (pelo menos na Narwhal é assim).

Quanto tempo dura e como funciona o curso básico?

Para que você tire sua certificação de mergulhador básico, é preciso fazer o curso teórico e o check-out no mar. Vou explicar melhor!

Curso teórico: a parte teórica pode ser feita durante a semana ou em um fim de semana todo, e é dividida em dois momentos: sala de aula e piscina.

Obs.: para ver os horários e locais de cursos na Narwhal, acesse esse link

Na sala de aula, você aprende sobre os efeitos da pressão no corpo, alguns problemas que podem ser causados caso você não respeite a velocidade de subida e o tempo de permanência debaixo d’água (o que pode ser bem assustador no começo, mas é algo que precisa ser mostrado como exemplo), os sinais que devem ser usados para a comunicação subaquática, como montar seu equipamento, as principais regras do mergulho, enfim.

Na piscina, você vai estar com todo o equipamento de mergulho e aprender vários exercícios com eles. Tirar e colocar a máscara debaixo d’água, dividir o ar com seu parceiro, treinar flutuabilidade, enfim. São exercícios que vão te treinar para saber o que fazer caso você se depare com determinadas situações no seu mergulho. O que fazer se seu ar acabar? E se alguém bater a nadadeira na sua cara e sua máscara sair? Como achar uma estabilidade lá no fundo?

Pode parecer meio esquisito e dar um pouco de medo, mas no fundo, é tudo bem tranquilo. É só fazer tudo com calma!

Depois de terminada a parte teórica e feita a prova (que é super simples, nada além do que é ensinado nas aulas e do que está na apostila), você pode fazer o seu check-out. Ele é feito no mar e você vai ter que fazer todos os exercícios que aprendeu na piscina. São 4 mergulhos ao todo, intercalando exercícios com “turismo”. É bem fácil e super seguro.

___________________

Só queria esclarecer que não estou fazendo nenhuma propaganda da Narwhal, só porque é da minha família. Mas fico receosa de dar algum exemplo genérico e não ser exatamente daquela forma em outras lojas. Na Narwhal, eu sei exatamente como funciona, por isso fico segura em falar. Além disso, confio muito na loja porque acompanho desde pequena o seu nascimento e crescimento até hoje 😉

___________________

É isso! Se alguém tiver mais algum dívida que não esteja no post, me aviso que complemento, ok?