Tag Archives: museum of modern art

7 dicas para visitar os museus de NY!

Tudo bem. Sei que tem muita gente que não gosta e/ou não tem paciência para conhecer museus. Acontece que tem lugares em que é obrigatório visitar um. Como no caso de Nova York, onde estive em Novembro do ano passado. Nova York tem muito museu, e obviamente, não vai dar para conhecer todos em um única viagem (arrisco a dizer que nem em uma vida inteira!), mas alguns deles são parada obrigatória para quem está turistando pela cidade.

Dos museus mais famosos de Nova York, American Museum of Natural History, Metropolitan Museum of Art (Met), Museum of Modern Art (MoMA) e Guggenheim, não fui apenas no último (que estava na minha lista) e explico porque mais pra frente. Mas, confesso que, para visitá-los, é preciso tempo, paciência, disposição e, acima de tudo, um mínimo de planejamento. Por isso, com base na minha experiência recente e no que eu já ouvi de muito amigos, resolvi reunir aqui 7 dicas para visitar os museus de NY e otimizar seu tempo e seu aproveitamento!

Obs.: para saber a programação, preços e localização dos museus de NY, clique nos link sobre o nome de cada um acima!

Obs 2.: não coloque o Memorial 9/11 como categoria museu para escrever esse post, tá? Tô falando dos museus de NY mais antigos e famosos mesmo. O memorial merece um espaço só para ele, mas com outro foco 🙂 

Vamos lá?

Museus de NY

1. Pesquise antes sobre o que se trata os museus que você gostaria de conhecer

Eu selecionei por “famosidade” mesmo, queria ir nos top of the list, sabe? Entretanto, existem museus e museus. Cada um tem um tipo de arte, de ambiente, de disposição, que pode te agradar mais ou menos. Não é vergonha nenhuma riscar um museu da sua lista porque não faz o seu estilo (mesmo que seja um dos mais famosos), mas precisamos estar sempre abertos a novas experiências quando estamos viajando, e tem certos lugares que tem que ir mesmo, não tem jeito.

Eu tinha planejado ir nos quatro museus de NY que falei acima. Mas, depois de visitar o MoMA, que é um museu de arte moderna, como o nome diz, percebi que, realmente, aquele não é meu estilo de arte. Não sei apreciar, não acho bonito, não acho legal, enfim, não curto. Meu negócio é outro. É mais história, mesmo. Coisa antiga. E isso não me faz nem melhor e nem pior do que ninguém. Nem mais ou menos culta.

Sendo assim, como vi que o Guggenheim seguia mais ou menos a mesma linha e, somado à falta de tempo para conhecer tudo o que tínhamos planejado, resolvemos tirá-lo da nossa lista de to-dos na cidade. Deixa pra uma próxima. Assim, é mais uma razão para voltar 😉

2. Prepare-se (fisica e psicologicamente) para andar

E andar muito. Muito mesmo. E ficar bastante em pé. Vá com isso pronto na sua cabeça. Quem fica com dor nas costas (como eu), está avisado. Todos os museus de NY que eu fui são enormes. Gigantescos. É quase uma mini-cidade. Por mais que você decida conhecer apenas um ou outro setor dentro de cada museu, você vai andar pra caramba (pra não dizer outra coisa!).

Museus de NY - Met

3. Evite visitar dois museus no mesmo dia

O Metropolitan, o Natural History e o Guggenheim ficam próximos uns dos outros, praticamente dentro do Central Park. Ao olhar no mapa, você pode ter a brilhante ideia de conhecer tudo num dia só e “matar” os principais museus de NY de uma vez. Genial, né? Tá, pode até ser que você curta, aguente e aproveite. Mas posso dar uma dica? Não faça isso. hehehe

Como eu já disse, nos museus de NY você anda MUITO. E cansa demais! Tem uma hora que, por mais que você esteja amando o passeio, a energia esgota, e aí você acaba não apreciando as coisas da melhor forma. Sendo assim, acho melhor equilibrar os passeios e colocar cada museu em um dia, principalmente o Metropolitan e o Natural History (que são os mais gigantescos).

4. Faça do mapa do museu o seu melhor amigo

Quando chegar, pegue o mapa do museu. Nele você vai poder entender tudo o que tem para ser visto e onde fica cada coisa (e mesmo assim, vai se perder lá dentro). Vai ser fundamental para não perder tempo rodando que nem uma barata tonta de um lugar pro outro.

5. Selecione os setores que você quer ver

A não ser que você tenha planejado passar o dia TODO dentro de um único museu, priorize somente aquilo que você mais deseja ver. O restante, dê uma breve passada. E pode ter certeza que já vai ser bastante coisa. Se você não fizer isso, seu tempo vai se esgotar, seu pique vai acabar e você não terá visto aquilo que acha mais legal. Por exemplo, no caso do American Museum Of Natural History, uma das alas mais bombadas é a dos dinossauros. E ela fica lá em cima. Então, ao invés de ficar perambulando pelo museu todo e chegar exausto nessa parte, ou pior, não dar tempo de ir, porque não priorizar e ir direto lá assim que chegar?

Quando fui ao Metropolitan, abri o mapa e vi que um dos setores do museu era sobre Egito Antigo (uma área E-N-O-R-M-E, com direito a tumbas, adereços e múmias originais!!). Eu sou louca-possuída-apaixonada por Egito Antigo. Então escolhi essa parte como prioridade, meu namorado escolheu a parte de Oriente (que ele também ama) e juntos escolhemos Grécia e Roma (que nós dois gostamos muito). E assim todo mundo saiu feliz! O museu tem muito mais partes, mas apenas demos uma passada geral nos outros setores quando eles estavam no nosso caminho, assim não saímos do planejado e vimos tudo o que queríamos. Essa lição nós aprendemos depois de visitar o Natural History… hehehe

Não tem jeito, gente. Para todo mortal que sabe que não vai ficar indo à Nova York milhões de vezes na vida, a palavra de ordem é priorizar. E isso vale para TUDO o que você for fazer na cidade. Infelizmente, não dá para ver tudo…

Museus de NY - Natural History

6. Atente-se ao tours guiados e programações especiais

No MoMA, por exemplo, estava tendo uma exposição especial do Matisse, que eu já tinha lido sobre no Blog da Julia Faria. É importante estar de olho nessas coisas para não perder a oportunidade. No balcão da recepção, pergunte por ingressos combinados com esses programas especiais. Quando fui ao museu, estava incluso no preço a visita ao Matisse, mas era preciso escolher um dos horários disponíveis (eles organizam tudo em fila e liberam uma galera por vez a cada x tempo. Fica mais organizado e todo mundo aproveita melhor).

No Metropolitan, me lembro da senhorinha na recepção nos dar um folheto com os vários tours guiados e algumas palestras que rolariam pelo museu. Me atraiu MUITO, mas não tínhamos tempo hábil…. Uma pena! Por isso, informe-se!

7. Fique de olho no preço dos ingressos

Tem horários ou dias da semana que a entrada é gratuita em alguns museus de NY. Também tem esquema de pagar o quanto quiser pelo ingresso, como no caso do Natural History, que tem o preço sugerido de US$25, mas você escolhe quanto quer pagar na bilheteria. Eu paguei esse valor. Vale cada centavo!

___________________

É isso, gente! Espero que isso ajude quem está indo pela primeira vez para a Concret Jungle a aproveitar a visita aos museus de NY e planejar sua viagem da melhor maneira!

Posso fazer um comentário? Eu AMEI de paixão o Metropolitan e o Natural History. Juro. Foi um dos pontos altos da viagem toda. Queria morar dentro dos dois! É tanta coisa linda, incrível, fascinante que, mesmo pra quem não curte museu, tenho certeza que vai se encantar.

Quem tiver mais dicas sobre os museus de NY para compartilhar, só deixar nos comentários!