Tag Archives: planejamento financeiro

Como planejar os gastos de uma viagem?

Que viajar é tudo de bom, nós sabemos. Mas aquela viagem dos sonhos pode virar um pesadelo se você não organizar o orçamento direito e voltar devendo as calças. Mas como planejar os gastos de uma viagem? Vem ver nossas dicas!

Como planejar os gastos de uma viagem ?

COMO PLANEJAR OS GASTOS DE UMA VIAGEM

Primeiramente, é preciso definir o quanto você está disposto a gastar. Tá, eu sei que parece uma dica óbvia, mas justamente por isso a gente acaba se esquecendo dela e extrapolando (hehehe). Defina um limite e fique dentro dele!

Segundo ponto é montar um fluxo de caixa. Não tem como planejar os gastos de uma viagem sem ter noção do quanto vai gastar antes, durante e depois da viagem – e se organizar financeiramente para isso, porque a vida não para só porque você decidiu viajar! #QuemDera Por exemplo, a passagem aérea pode ser parcelada e, dependendo da antecedência com que você comprá-la, dá para quitar antes mesmo de embarcar (e viajar sem dívidas é lindo!). Outras despesas como alimentação, passeios e compras serão feitas durante a viagem. Já a hospedagem, aí depende: em alguns lugares você paga uma parte (ou tudo) no ato da reserva, em outros, na hora do check-in/check-out ou mesmo no cartão de crédito.

Finalmente, é hora de tentar fazer a matemática fechar e juntar duas duras realidades: quanto você tem disponível para gastar versus quanto as coisas custam de fato. É nesse momento que você chora, se deprime, entra em desespero e decide se trancar em casa. Certo? NÃÃÃÃO! É agora que você precisa aprender como planejar os gastos de uma viagem e adequar os custos reais no seu orçamento. Pronto, o sol brilhou outra vez e a vida é bela de novo. 🙂

Para essa segunda etapa do processo, você deve começar separando os 6 principais grandes custos de uma viagem e planejar/calcular um por um. São eles: passagem aérea, hospedagem, transporte, alimentação, passeios e compras, que abordaremos em detalhes abaixo.

Você vai ver que o segredo da coisa toda é pesquisar. Sempre falo isso aqui e não canso de repetir. Pesquise MUITO. E depois, pesquise mais um pouco! Busque dicas e informações sobre t-u-d-o relacionado ao seu destino, especialmente os 6 tópicos que listei acima. Procure em blogs, sites, revistas, comunidades, redes sociais, converse com amigos que já foram, enfim, junte o máximo de informações possível. Só assim você vai saber como planejar os gastos de uma viagem !

Vamos ver então como planejar os gastos de uma viagem, parte por parte!

Como planejar os gastos de uma viagem - passagem1. [Passagem Aérea]

Faça muitas (mas muitas MESMO) pesquisas sobre passagens aéreas. Os preços mudam de uma hora pra outra de uma forma incompreensível para nós humanos, por isso é essencial que você esteja o tempo todo antenado (ai, que brega!) no que tá rolando.

Minha dica é dar uma olhada todo dia, ou dia sim, dia não, sabe? Isso te ajudará a ter uma ideia bem real dos preços antes de comprar e faça realmente um bom negócio. Afinal, quem tem informação, tem tudo, né? Se você sabe a média de preços, vai conseguir perceber se determinado valor vale a pena de verdade. Além disso, as companhias aéreas fazem promoções de repente, e se você não comprar naquela hora, perdeu. Por isso, é bom estar sempre ligado!

Se você tem flexibilidade de datas, faça várias simulações de ida e volta. Muitas vezes, ir/voltar um dia antes/depois pode te fazer economizar umas boas dilmas e você pode encontrar boas promoções.

Outra coisa que pode te ajudar a economizar é procurar por passagens partindo de aeroportos e cidades alternativas. Pense como exemplo a cidade de São Paulo. Provavelmente, vai ser mais mais barato encontrar passagens que cheguem em Campinas do que em Guarulhos. É uma questão de oferta e demanda. Abra o mapa e analise o custo x benefício de escolher outra cidade como destino e verifique a possibilidade de transporte para aquela que você quer ir de fato.

Como planejar os gastos de uma viagem - hotel2. [Hospedagem]

Copie e cole praticamente as mesmas dicas de cima! Hehehe

Antes de definir o seu destino, faça muitas pesquisas sobre o preço médio de hospedagem. Se a ideia for alugar uma casa, ficar em um hostel, hotel, pousada, camping ou qualquer outra coisa, não importa, quanto mais antecedência você começar a pesquisar, mais vai formando na sua cabeça a média de preços das diárias e vai conseguir definir melhor o que cabe no seu bolso. Abaixo, os sites que eu mais costumo entrar para fazer minhas pesquisas:

+ AirBnb – Aluguel de casas e apartamentos (falei nesse post AQUI sobre como funciona o site, AQUI sobre a minha experiência alugando um apartamento em Nova York e AQUI explicando o porque preferi optar por esse esquema)

+ Hostels.com – hostels e albergues no mundo todo

+ Hoteis.com – hotéis e hostels

+ Booking.com – hotéis e hostels

+ TripAdvisor – para saber a opinião das pessoas sobre hotéis e passeios

Também é válido dar uma olhada na tarifa pela internet e ligar no hotel para perguntar o preço. Às vezes, comprando direto da fonte pode ser mais barato!

Outra coisa a se levar em conta é a localização. Obviamente, as regiões mais centrais são mais caras, mas a análise não pode parar por aí. Se a diferença de tarifa entre um hotel mais bem localizado e outro afastado não for tão expressiva assim, considere. Pense que, quanto mais longe você ficar, mais vai ter que gastar com deslocamento. É nessas horas que o barato pode sair caro – e não só financeiramente falando. Você pode perder tempo e energia preciosos dentro de um ônibus ao invés de curtir a cidade em troca de economizar uma graninha. Faça as contas e veja o que vale mais a pena.

+ Nesse post AQUI, falamos sobre 5 dicas para escolher um bom hotel e evitar roubadas!

Como planejar os gastos de uma viagem - transporte3. [Transporte]

Muita gente esquece de colocar o meio de transporte que será usado durante a viagem na conta e acaba se ferrando depois (desculpe o termo… mas é bem por aí! hehehe). Tão importante quanto saber para onde você vai, é saber como você vai chegar lá. Quando estiver montando o seu roteiro (temos um post AQUI dando dicas para pl
anejar sua viagem para o exterior e outro AQUI ensinando como montar um roteiro!), não se esqueça de pesquisar também qual o melhor meio de transporte naquela cidade ou país.

Se a ideia for alugar um carro ou trailer (motorhome), faça diversos orçamentos e considere, além da diária e combustível, também pedágios, estacionamentos, segundo motorista, quilometragem, seguro e fique atento às políticas de cada empresa para não ser pego de surpresa quando a conta chegar.

Se você não quiser se aventurar a dirigir em outro país, pesquise sobre trens, ônibus, balsas e afins. Na Europa, principalmente, a oferta de transporte é alta e é fácil ir de um lugar pro outro (na maioria das vezes, claro). Fiz uma viagem de trem pelo Reino Unido e conto nesse post AQUI como foi a experiência, custos e dicas! Vale a pena ler! AQUI também falei sobre como foi usar o confuso metrô de Londres 😉

Mas não pense que estamos falando somente de deslocamentos entre cidades ou países. Você já pensou como fazer e quanto custa o trajeto entre passeios e atrações? Sabe quanto vai pagar para ir do Central Park à Estátua da Liberdade? Ou da London Eye para Notting Hill? Ou do Magic Kingdom para o Epcot? Pois é, meu bem, tudo isso precisa estar nos cálculos! (Fiz um post sobre usar transporte público em viagens que está bem bacana. Clica AQUI pra ler!)

Nessa etapa, é bacana pesquisar também sobre os ônibus hop on hop off (aqueles turísticos que ficam dando volta na cidade e, por um valor fixo, você sobre e desce onde quiser), tarifas especiais em determinados horários, cartões de metrô/ônibus semanais/mensais onde as passagens ficam mais baratas do que comprando unitário (em NY tem e você compra em qualquer estação de metrô). Enfim. Pesquise todas as opções e coloque na conta!

Como planejar os gastos de uma viagem - alimentação4. [Alimentação]

Calcular o quanto você vai gastar com comida não é da tarefa mais fácil do mundo (eu não acho, pelo menos). É tudo muito relativo, né? Sempre vai ter opções e valores para todos os gostos e bolsos, desde aqueles que comem hot-dog todos os dias até os que fazem reservas em restaurantes badalados (eu sou mais pra primeira opção… Hehehe). Mas o fato é que existe uma média geral de valores em cada lugar, e é isso que importa saber.

Minha recomendação é que você leia em sites e blogs por essa internet a fora o que as pessoas falam sobre a média de preços. Se você tiver alguns nomes de restaurantes em mente, entre nos sites e veja se eles tem os valores no menu. Aí, já dá para calcular, mais ou menos, quanto vai sair aquela refeição. Ah, e não se esqueça de considerar o café da manhã na conta também, viu? Tem países onde essa refeição não está inclusa no valor da diária e você precisa pagar à parte se quiser.

Dependendo do lugar onde você for se hospedar, uma boa ideia pode ser fazer umas comprinhas no mercado, preparar uns lanchinhos e belisques para levar na bolsa e ir comendo durante o dia. Bolachas, sucos de garrafa, água, frios, pão e etc são opções práticas de levar e fáceis de encontrar. Assim, você não fica tão dependente de achar restaurantes pelo caminho (porque nem sempre é fácil), gasta menos e ainda conhece a comida local!

No mais, acho que a sacada é entender qual a média de preços geral mesmo, fazer as contas dos restaurantes onde você quer ir e calcular uma média diária sua, um valor que está dentro do seu orçamento, adequado ao que/quanto você gosta de comer e que seja compatível com a realidade. Sempre arredondando pra cima, para não ter surpresas depois. E não se esqueça das gorjetas!

+ Nesses posts AQUI e AQUI tem várias sugestões de restaurantes em NY!

Como planejar os gastos de uma viagem - passeios5. [Passeios]

Mais uma vez, a palavra de ordem é PESQUISAR. Entre em todos os sites, blogs e portais para entender quais são as atividades e atrações da cidade e quais você quer fazer. Depois, procure pelos sites oficiais dessas atrações e descubra os preços, formas de pagamento, tarifas especiais para idosos, grupos, crianças ou estudantes.

Obs.: muito blogs e outros sites dão essas informações, mas preste atenção na data daquela publicação. Não adianta muito saber qual era o preço do ingresso em 2011…

Dica 1: em muitos lugares, sai mais barato comprar o ingresso online do que na bilheteria.

Dica 2: dependendo da atração, pode haver dias em que o ingresso é mais barato ou mesmo gratuito. Por isso é importante olhar o site oficial e as dicas das pessoas em blogs por aí!

Depois disso feito, você vai saber exatamente quanto vai custar cada passeio, mas é sempre importante colocar uma quantia extra para eventuais imprevistos, como descobrir uma coisa nova pra fazer, por exemplo!

Como planejar os gastos de uma viagem - compras5. [Compras]

Dessa vez, a palavra de ordem é FOCO (e AUTOCONTROLE). É fato que, dependendo do seu destino, vale muito a pena renovar o guarda-roupas e se jogar nos eletrônicos. E aí que mora o perigo. A gente se empolga com os preços baixos e queremos trazer o mundo, mas depois que você volta pra casa, a empolgação passa e a fatura do cartão chega. PÁ!

Pense bem no que você quer comprar e faça uma listinha ANTES de ir (e claro, tente se ater ao que consta nela…). Pesquise as lojas com os melhores preços, calcule quanto você estima gastar com essas compras e separe um orçamento somente para isso. E mantenha o foco. F-O-C-O! Se acabar, acabou (aí que entra o AUTOCONTROLE).

Se comprar não for a prioridade da sua viagem, tente separar apenas os últimos dias para fazer suas compras. Se você se empolgar muito logo que chegar, corre o risco de gastar mais que o previsto e depois ter que economizar em coisas mais legais, como passeios, por exemplo.

___________

Depois de ter tudo isso calculado, dá para ter uma boa noção de quanto você vai gastar para fazer sua viagem! No próximo post, vamos falar sobre como controlar os gastos que você planejou DURANTE a viagem! 🙂

Comentem o que acharam das dicas e contem como planejar os gastos de uma viagem do seu jeito! 😉